Home > Banco de Questões > Geografia > Geografia Humana >

População

Lista de 10 exercícios de Geografia com gabarito sobre o tema População com questões de Vestibulares.




01. (PUC-PR) Um dos temas mais polêmicos do ano de 2019 refere-se à questão envolvendo os patinetes elétricos. Essa questão gerou embates na cidade de São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba e envolve o código brasileiro de trânsito que entrou em vigor em 1998. Porém as primeiras regras em relação a esses tipos de veículos surgiram em 2013, destacando as seguintes normas:

- circulação apenas em calçadas, ciclovias e ciclofaixas.

- velocidade máxima de 6 km/h em calçadas e 20 km/h em ciclovias e ciclofaixas.

- capacete não é obrigatório.

Fonte: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2019/05/31/patinetes-entenda-a-polemica-entre-a-prefeitura-de-sp-e-as-empresas-decompartilhamento.ghtml. Acesso em: 10/08/19.

Assinale a alternativa que apresenta uma consequência positiva e outra negativa para a população no que diz respeito ao tema.

  1. Redução dos custos de transportes coletivos - aumento da criminalidade.
  2. Aumento das áreas de lazer - diminuição da fiscalização no trânsito.
  3. Redução da economia compartilhada - proibição do uso de patinetes para crianças e adolescentes.
  4. Diminuição da poluição - aumento do número de acidentes.
  5. Limitação da velocidade em áreas urbanas - restrição do uso dos patinetes ao centro das grandes cidades.

02. (UECE) As variáveis que são utilizadas para determinar a densidade populacional são as seguintes:

  1. número de indivíduos da população e área ou volume.
  2. número de espécies da comunidade e área ou volume.
  3. número de espécies da população e biomassa.
  4. número de indivíduos da comunidade e biomassa.

03. (UEMA) Considerando que, em uma anamorfose geográfica, os elementos representados não aparecem em escala cartográfica e não há fidelidade nas formas, mas uma distorção no fenômeno representado, leia os mapas a seguir.

No Brasil, existe uma profunda desigualdade regional expressa em indicadores econômicos e sociais.

Com base nos mapas I e II, respectivamente, é possível concluir que

  1. a região Sudeste apresenta crescimento econômico superior à média nacional. Contudo, possui elevada taxa de mortalidade infantil superior à do Nordeste.
  2. as regiões Centro Oeste e Sudeste, respectivamente, apresentam os PIB regionais mais elevados do que as demais regiões brasileiras. No entanto, apresentam altas taxas de mortalidade infantil.
  3. as regiões Sudeste e Sul, respectivamente, são as regiões que apresentam os maiores PIB, no entanto, o Nordeste e o Norte apresentam as mais elevadas taxas de mortalidade infantil.
  4. as regiões Norte e Nordeste, respectivamente, apresentam alto PIB em relação às demais regiões, bem como as maiores taxas de mortalidade infantil do país.
  5. as regiões Sudeste e Nordeste, respectivamente, apresentam maiores PIB regionais. As regiões Norte e Sudeste, as maiores taxas de mortalidade infantil.

04. (UECE) O panorama da saúde no Brasil se caracteriza pela existência, no sentido figurado, de regiões “africanas” e “europeias” quando se trata da infraestrutura para atendimento dos serviços de saúde e da distribuição de médicos.Sobre esse assunto, escreva V ou F, conforme seja verdadeiro ou falso o que se diz a seguir:

( ) Embora fortemente influenciada por contrastes sociais, a geografia do atendimento da saúde no Brasil não apresenta disparidades no que tange à sua cobertura regional.

( ) O Brasil apresenta um dos maiores e mais complexos sistemas de saúde pública do mundo, o Sistema Único de Saúde (SUS), que abrange desde o simples atendimento para avaliação da pressão arterial até o transplante de órgãos.

( ) A polêmica em torno do trabalho de médicos cubanos do Programa Mais Médicos estava relacionado ao fato de que esses profissionais não aceitaram trabalhar nas periferias das cidades ou em regiões distantes dos maiores centros econômicos do País.

( ) O mapa de distribuição dos médicos pelo território brasileiro revela profunda desigualdade, com contrastes marcantes entre regiões como a Sudeste, bem atendida, e as regiões Norte e Nordeste ainda com inúmeras carências.

Está correta, de cima para baixo, a seguinte sequência:

  1. F, V, F, V.
  2. V, V, F, F.
  3. F, F, V, F.
  4. V, F, V, V.

05. (PUC-PR) O número de homicídios de jovens de 15 a 29 anos no Brasil cresceu 23% de 2006 a 2016, quando atingiu o pico da série histórica, com 33.590 vítimas nesta faixa etária. No caso mais extremo, do Rio Grande do Norte, a quantidade de jovens mortos avançou 382% no período. Em outros oito estados, o incremento foi de mais de 100%. Com isso, em 11 anos, o Brasil enterrou 324.967 jovens assassinados — quase sete vezes o número de soldados americanos mortos em ação (47.434) em 20 anos da Guerra do Vietnã (1955-1975). Os dados constam do Atlas da Violência 2018, publicação do Ipea (Instituto de Pesquisas Econômica Aplicada) em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Fonte: https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2018/06/assassinato-de-jovens-cresce-e-pais-tem-325-mil-vitimas-em-11-anos.shtml?loggedpaywall Acesso em 18/07/2018

A reportagem evidencia um grave problema brasileiro e que impacta diretamente na estrutura etária do País.

Nesse contexto e analisando a realidade brasileira, a pirâmide etária do Brasil por volta do ano de 2065 terá uma distorção evidenciada na maior quantidade de

  1. idosos do sexo masculino se comparados aos idosos do sexo feminino.
  2. jovens do sexo masculino se comparados aos jovens do sexo feminino.
  3. idosos do sexo feminino se comparados aos idosos do sexo masculino.
  4. jovens do sexo feminino se comparados aos jovens do sexo masculino.
  5. adultos do sexo masculino se comparados aos adultos do sexo feminino.

06. (UEMA 2020) O gráfico a seguir mostra a variação acumulada real da renda média nos contextos pré-crise e pós-crise econômica no Brasil, conforme dois grupos sociais distintos: os 10% mais ricos e os 40% mais pobres.

Os dados apresentados na pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV IBRE), em 2019, revelam que

  1. os dois grupos empobreceram significativamente no período pós-crise.
  2. a rentabilidade dos mais pobres no período pré-crise acentuou a injustiça social.
  3. a desigualdade socioeconômica entre os dois grupos aumentou no período pós-crise.
  4. a equidade entre ricos e pobres se efetivou no período pré-crise.
  5. a lucratividade dos mais ricos no período pós-crise equilibrou a estratificação social.

07. (UEA) O Brasil é considerado um país (com grande população absoluta), porém fracamente (baixa densidade demográfica), com 22,4 hab/km² (censo 2010), abaixo da média mundial estimada em aproximadamente 40,26 hab/km².

(Marcos A. de Moraes e Paulo Sérgio. S. Franco. Geografia humana, 2011. Adaptado.)

Assinale a alternativa cujos termos preenchem, respectivamente, as lacunas do texto.

  1. populoso – povoado
  2. explorado – ocupado
  3. povoado – populoso
  4. continental – ocupado
  5. dinâmico – explorado

08. (UERJ) O Programa Fome Zero em seu primeiro ano (2003) quase dobrou a meta, atendendo 1,9 milhão de famílias. O Programa Bolsa Família, que também integra o Fome Zero, foi classificado pelo jornal americano The New York Times como o maior programa do mundo de transferência de renda. Esse programa atendeu cerca de 3,6 milhões de pessoas com uma bolsa de R$ 72,81 em média por mês. A distribuição de cestas básicas chegou a mais de 250 mil famílias, levando comida para cerca de 1,3 milhão de pessoas. Já as compras da agricultura familiar, além de garantirem a produção e a comercialização dos produtos, estão ampliando a renda de cerca de 6,4 mil famílias, beneficiando mais de 32 mil pessoas. Além disso, mais de 290 mil famílias estão incluídas nos programas de distribuição emergencial de água ou no programa de cisternas.

Adaptado de correiodobrasil.com.br, 07/01/2004.

O Programa Fome Zero integrou ações governamentais destinadas à melhoria das condições de vida de segmentos específicos da sociedade brasileira. Um dos principais resultados desse programa, a médio prazo, foi:

  1. redução da mortalidade infantil
  2. erradicação do desemprego rural
  3. estabilização da migração populacional
  4. redistribuição do operariado qualificado

09. (UPE) Observe a imagem a seguir:

https://i2.wp.com/caiohostilio.com/wp-content/uploads/recife-21.webp

Ela representa um fenômeno social recorrente no Brasil. Sobre esse fenômeno, é CORRETO afirmar que é um processo

  1. comum no cotidiano das regiões metropolitanas e, por isso, sua interferência no contexto das relações sociais é um processo secundário na classificação das posições.
  2. necessário à estrutura social, porque apresenta, em sua constituição, as possibilidades de igualdade entre pobres e ricos.
  3. denominado desigualdade social, tendo elementos constitutivos nas relações econômicas, pois as dimensões políticas e sociais da sociedade criam condições de igualdade entre os sujeitos.
  4. caracterizador das diferenças entre ricos e pobres, afetando, de maneira grave, as relações cotidianas entre os membros da sociedade, em diferentes dimensões da estrutura social.
  5. diferenciador das relações étnicas, pois, no Brasil, a desigualdade racial é importante para se entender a origem da dominação capitalista no mundo ocidental.

10. (UFU) De 1967 a 1973, o Brasil alcançou taxas médias de crescimento muito elevadas e sem precedentes, decorrentes da política econômica, mas também de uma conjuntura econômica internacional muito favorável. Esse período (e por vezes de forma mais restrita nos anos 1968-1973) passou a ser conhecido como o do “milagre econômico brasileiro”. Infelizmente, o mês de outubro de 1973 marca o término desse período de crescimento.

Disponível em: Acesso em: 23 de mar, 2017. (Adaptado)

Um fator responsável pelo fim do milagre econômico apresentado foi

  1. a queda na exportação de produtos agrícolas brasileiros, principalmente, o café.
  2. o primeiro choque do petróleo e a consequente crise no mercado internacional.
  3. o aumento no valor das matérias-primas importadas pelo Brasil, com destaque para a bauxita.
  4. as sucessivas greves produzidas pelo movimento sindical, inviabilizando a produção para exportação.

Você acredita que o gabarito esteja incorreto? Avise para a gente | Email ou WhatsApp